QUERO TROCAR DE CONTABILIDADE

QUERO ABRIR MINHA EMPRESA

QUAIS SERÃO SEUS DIFERENCIAIS NO MERCADO DE TRABALHO?

Você já se perguntou sobre o que vai ser interessante na sua carreira e quais serão seus diferenciais no mercado de trabalho? As soft skills são competências comportamentais ou competências humanas que estão deixando as técnicas profissionais, chamadas de hard skills, em segundo plano. Muitas pessoas ainda fazem confusão entre a diferença dos hard skills para os soft skills. Com exceção de áreas e funções muito técnicas e específicas, a grande maioria das empresas preferem contratar pessoas que possuem as competências comportamentais muito bem desenvolvidas e investir para que os colaboradores façam cursos e desenvolvimentos para aprender conhecimentos técnicos do que o contrário. É mais barato, traz um retorno muito maior para a empresa, e a sua relevância e importância para a organização é muito mais valorizada.

CARREIRAS PARALISADAS
Muitos profissionais não conseguem evoluir em suas carreiras, apesar de possuírem grande conhecimento e certificações técnicas. Investem muita energia e dinheiro para aprimorar as competências técnicas e quase nenhum em suas competências comportamentais. É aquela velha frase:“contrata-se pelo conhecimento técnico e demite-se pelo comportamento”. Esta forma de agir custa muito ao profissional e sua carreira, mas também para as empresas. As hard skills e competências/conhecimento técnico, são as habilidades que podem ser facilmente aprendidas (e/ou ensinadas) por meio de cursos, treinamentos, MBA, pós-graduação , workshops . Basicamente, são as aptidões técnicas que um profissional aprende para que possa desempenhar a sua função. Por exemplo, conhecimento em projetos, inglês, como utilizar softwares, prática específica de ferramentas, mecanismos de qualidade, processos produtivos etc. Claro que as competências técnicas são extremamente importantes, mas é mais fácil desenvolver uma competência técnica do que uma comportamental. Por isso, as soft skills são bem mais desejadas pelas empresas e gestores e são mais difíceis de serem avaliadas. As competências comportamentais podem ser: comunicação, trabalho em equipe, gestão do tempo, gestão de tarefas, como lidar com a pressão, flexibilidade e adaptabilidade, autoconfiança, suportar críticas e transformá-las em crescimento, resiliência e atitude positiva.

PROCESSOS SELETIVOS E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO
Em um processo seletivo ou entrevista, é importante você trazer exemplos claros de como utilizar suas competências comportamentais, sua habilidade de se comunicar e se relacionar com pares e outras áreas, gestão de tempo e pessoas, como também lidar com as dificuldades. Muitas pessoas focam seu discurso apenas em competências técnicas e usam frases genéricas como “trabalho bem em equipe” para descrever suas competências comportamentais. Isso pouco acrescenta, já que qualquer pessoa pode falar ou incluir no currículo. Seja em uma entrevista de emprego, reunião para uma promoção ou na sua avaliação de desempenho, tenha exemplos claros e bem detalhados de como você tem utilizado essas competências comportamentais. Fuja do genérico e raso: “me comunico bem e sou proativa”. Como são mais difíceis de se avaliar, elas precisam ser demonstradas no dia a dia e com exemplos claros e detalhados de como funcionam e como você as utiliza ou utilizou em situações específicas.

AS COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS MAIS DESEJADAS PELAS EMPRESAS Comunicação: as empresas sofrem muito com a dificuldade de comunicação entre as pessoas, times e com seus clientes. Cada um tem uma forma de se comunicar e expressar-se e é difícil fazer com que os times se comuniquem bem, respeitando e sabendo aproveitar as diferenças de cada perfil. Liderança: ser chefe é diferente de ser líder. Um líder sabe definir as metas que precisam ser alcançadas pela sua área e sabe desenvolver as pessoas para alcançar estes objetivos. Não é só “cobrar porque eu mando” e sim desenvolver todas aquelas pessoas. Mesmo que você não seja líder de outras pessoas ainda, esta competência é valiosíssima.

Gestão do tempo: saber priorizar suas atividades e seu foco não é atividade simples, ainda mais com a quantidade de demanda que recebemos todos os dias. Saber onde direcionar a energia é vital para resultados cada vez melhores.

Lidar com pressão: muitas pessoas dizem que sabem como lidar com pressão, mas em momentos difíceis podem perder a cabeça, explodir ou se comunicar de forma agressiva. Saber lidar com adversidades e manter o foco na solução economiza tempo, recursos e energia.

Atitude positiva: foco na solução e não na reclamação. Quanto tempo é desperdiçado buscando defeitos e culpados? A atitude de resolver, de encontrar a solução e de se comprometer, conta muito.

Adaptabilidade: conseguir se adaptar a diferentes cenários e situações de mudança. Inflexibilidade e pensamentos engessados atrapalham os processos e dificultam o relacionamento com outras áreas. Saber lidar com mudanças de cenários é fundamental.

Trabalho em equipe: muito mais do que ter um bom relacionamento com os pares, é conseguir trabalhar juntos, respeitando as diferenças e conseguindo construir resultados utilizando as habilidades de todos.

COMO DESENVOLVER COMPETÊNCIA COMPORTAMENTAL?
Uma nova habilidade comportamental precisa de no mínimo seis meses, com trabalho duro e esforço para ser desenvolvida. Não é simples, requer bastante esforço até dar resultados, são valiosíssimas para sua carreira, aumentam sua versatilidade e sua entrega. O primeiro passo é ter clareza de qual competência irá mais ajudar você. Muitos líderes e gestores até sabem apontar ou direcionar aos seus colaboradores qual competência precisa ser desenvolvida, mas poucos sabem como direcionar ou desenvolver na prática, para que seu colaborador possa desenvolvê-la. Uma excelente forma de desenvolver competências comportamentais é fazer um processo de coaching comum profissional sério. Um processo de coaching auxilia você a ter clareza de qual competência exata precisa desenvolver e que trará mais resultados para sua carreira e para sua vida. Ao longo do processo você vai desenvolver aquela competência no seu dia a dia, medir resultados, melhorar e aprimorar, até alcançar o nível desejado.

BUSCAR A JUDA ACELER A SEU CRESCIMENTO
Uma outra excelente forma é buscar pessoas que você considera como referência naquela competência, seja dentro de sua empresa ou de seu círculo e aprender com elas. Observá-las, como agem e reagem em reuniões, como se comunicam e como encaram os problemas e dificuldades. Podemos modelá-las e moldar seus comportamentos para desenvolver uma nova competência. Existem muitos treinamentos de inteligência emocional e desenvolvimento de competências comportamentais específicas, com excelentes profissionais. Eles podem impulsionar e ajudar você a desenvolver estas habilidades.

UMA DE CADA VEZ
Não tente desenvolver diversas competências comportamentais ao mesmo tempo, é pouco produtivo e você irá despender muita energia e ter pouco resultado relevante em cada uma delas. Vai caminhar um pouquinho em cada uma. Tenha clareza de qual é a mais importante e que lhe trará mais resultados de forma mais rápida, coloque toda sua energia e toda sua dedicação nela como seu mais importante desenvolvimento que automaticamente terá reflexos positivos também em outras áreas.

CUIDADO
Cuidado com os discursos de que “já sei tudo”,“performe bem em todas as áreas”. Profissionais assim, geralmente, como tempo ficam para trás ou não crescem tão rápido como poderiam. Seja porque o mercado e o consumidor mudou, bem como as diretrizes e relacionamentos mudaram, dessa forma, precisamos nos aprimorar constantemente. O mercado de trabalho é dinâmico e em constante mudança, o que requer novos aprendizados e adaptações, tanto para nós mesmos quanto para desenvolver nossos times. Outros profissionais, com certeza, estarão se desenvolvendo e se aprimorando.

A BELEZA DE DESENVOLVER UMA COMPETÊNCIA COMPORTAMENTAL
Nem todos desenvolvem todas as habilidades de igual forma e intensidade e isso é natural devido aos diferentes tipos de experiências, pontos de vista e aprendizagem. É isso que garante a singularidade de cada um. É um grande passo quando desenvolvemos estas competências. Elas não refletem apenas no nosso trabalho, mas sim em todas as outras áreas da vida. Colhemos muitos benefícios e podemos aplicar em diferentes contextos. A sensação de crescer, se desenvolver e evoluir é maravilhosa e revigorante, nos faz sentir em movimento, usando todos os nossos talentos da melhor forma possível. Aproveite! O importante é ter em mente que as soft skills são reflexo de um desenvolvimento contínuo e sempre sujeito a aperfeiçoamento. Qual competência comportamental, que se você começar a trabalhar a partir de agora, trará grandes resultados para você? Comece pesquisando desde já, como pode desenvolvê-la? Busque ajuda se precisar. Excelente crescimento para você.

 

Se gostou do conteúdo, compartilhe!

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram