QUERO TROCAR DE CONTABILIDADE

QUERO ABRIR MINHA EMPRESA

8 DICAS DE GERENCIAMENTO DE CRISE PARA SUA EMPRESA NÃO DESMORONAR

Elaborar um plano de ação com E antecedência e desenvolver soluções práticas são atitudes que podem ajudar sua empresa a contornar uma crise.

Abrir uma empresa é apenas o começo de uma longa caminhada. Certamente, neste percurso, você enfrentará pelo menos uma crise. Manter o crescimento e a imagem do seu negócio dependerá do modo que você lidará com ela, e cada cenário exige certas estratégias para evitar que sua empresa desmorone.

Com as estratégias certas, é possível se preparar para lidar melhor com crises. Listamos 8 dicas de gerenciamento de crise para superar os desafios e obter sucesso no futuro.

1. PLANEJE COM ANTECEDÊNCIA

O primeiro passo é montar um plano de gerenciamento de crises bem antes dela chegar. Ter um plano preparado permitirá que você contrate funcionários que saibam lidar com esses momentos. Outra opção é nomear pessoas de sua equipe para lidar com esses assuntos, na função de um especialista em gerenciamento de crises. Bons gestores antecipam crises para não serem pegos de surpresas. Apresente soluções ou respostas com antecedência. Por exemplo, se você está prestes a lançar um novo produto e sabe que há uma chance de algumas pessoas encontrarem algo errado com ele, tente antecipar esses problemas e tenha respostas prontas para não ser pego de surpresa.

2. DELEGUE FUNÇÕES

Durante uma crise, você precisa lembrar de não tentar assumir o controle de todas as tarefas. Em vez disso, você precisa delegar atividades a outros colaboradores da sua equipe de gerenciamento.

Ao delegar tarefas, você garantirá que o trabalho vital seja feito no prazo e que não haja muitas idas e vindas ou atrasos entre suas respostas ao público.

3. FALE COM O PÚBLICO

Quando ocorre uma crise é necessário rapidez na comunicação. Com isso, sempre fale com o público imediatamente. Alertamos que a última coisa que você deve fazer é ficar em silêncio, principalmente quando o cenário afeta seus clientes ou parceiros de negócios.

Se há notícia de que uma crise está chegando, faça imediatamente uma declaração pública. Tudo o que você precisa fazer é reconhecer a crise e dizer que está trabalhando em soluções.

Essas atitudes podem acalmar e tranquilizar os seus clientes, passando a sensação que a situação está sob controle.

Quando você fala com o público com calma e imediatamente, mostra que não está fugindo da situação. Em vez disso, você está tomando medidas para corrigir o problema o mais rápido possível, o que aumentará sua credibilidade e reforçará a confiança do público em sua empresa.

4 . A C E I T E A RESPONSABILIDADE

V o c ê d e v e a c e i t a r a responsabilidade por qualquer crise, em vez de transferir a culpa para outra pessoa. Essa atitude certamente faz com que sua liderança pareça pouco profissional e ineficaz.

Mesmo que a crise em questão não seja sua culpa, assuma a responsabilidade de qualquer maneira. Você não perde nada ao arcar com o ônus de resolver a crise ou prometer ajudar os clientes a superar suas dificuldades atuais.

5. D E S E N V O L V A S O L U Ç Õ E S PRÁTICAS RAPIDAMENTE

Para atenuar o efeito de uma situação desconfortável você vai precisar desenvolver rapidamente soluções práticas para seus clientes ou parceiros. Elas podem incluir reembolsos e melhorias por produtos defeituosos, correções e produtos de reposição, por exemplo.

Caso você ainda não tenha uma solução em mente devido à natureza única da crise, comece a trabalhar em uma o mais rápido possível.

6. MANTENHA SUA MENSAGEM SIMPLES

Ao longo da duração de uma crise, você provavelmente precisará fazer muitos anúncios públicos. Certifique-se de manter suas mensagens simples e focadas no mais importante.

Ao se concentrar em uma mensagem simples, os clientes nunca esquecem que você está fazendo o possível para resolver os problemas deles. Uma mensagem simples também pode evitar que sua empresa sofra ainda mais, não dando aos seus críticos mais argumentos.

7. S E J A D E C I S I V O C O M O S FUNCIONÁRIOS

Às vezes, as crises forçam os líderes a demitir certos funcionários. Por exemplo, talvez um colaborador tenha causado um grande desastre de relações públicas porque foi flagrado dizendo algo inapropriado.

Nesse caso, mostre que você está no comando demitindo funcionários problemáticos e contratando novos imediatamente. Isso é especialmente importante nos primeiros dias da crise, quando o público pode exigir decisões rápidas.

Da mesma forma, se seus funcionários não são culpados, não os condene. Defenda-os para restaurar a fé em sua liderança e cultura da empresa e reconquiste o respeito de seus clientes.

8. SE NECESSÁRIO, CONTRATE UMA EQUIPE JURÍDICA

De tempos em tempos, até mesmo pequenas empresas podem ser processadas por um ou mais clientes.

Processos judiciai s podem ser assustadores, mas não precisam ser desde que você tenha uma equipe jurídica qualificada ao seu lado. Você nunca deve tentar enfrentar uma ação judicial sozinho, pois mesmo ações judiciais básicas podem levar seu negócio ao caos.

Se gostou do conteúdo, compartilhe!

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram